Sábado, 16 de Outubro de 2021
3123420968
Anúncio
Internacional PREMIO DA PAZ

Nobel premia a liberdade de imprensa e de expressão

Ressa e Muratov foram premiados “pelos seus esforços na salvaguarda da liberdade de expressão, que é uma condição imprescindível para a democracia e para a paz duradoura”

08/10/2021 10h15 Atualizada há 1 semana
Por: Renato Ilha Fonte: Comitê Nobel
Vozes da liberdade de imprensa e de expressão
Vozes da liberdade de imprensa e de expressão

Os jornalistas Maria Ressa, das Filipinas, e Dmitry Muratov, da Rússia são os vencedores do Prêmio Nobel da Paz de 2021, anunciado na manhã de 8 de outubro, em Oslo, Noruega, e consagra a militância desses profissionais pela liberdade de expressão.

"A liberdade de expressão e uma imprensa livre são pré-requisitos para uma sociedade democrática. Sociedades democráticas previnem guerras e conflitos”, argumentou a presidente do comitê Nobel, Berit Reiss-Andersen.

Ela destacou que Ressa "expôs os abusos do poder, o uso da violência e o aumento do autoritarismo" no seu país. Muratov, um dos fundadores da Novaya Gazeta em 1993, “defendeu por décadas a liberdade de imprensa na Rússia, em condições cada vez mais desafiadoras”, explicou Reiss-Andersen.

PELOS JORNALISTAS QUE LUTAM POR IDEAIS

Ressa e Muratov foram premiados “pelos seus esforços na salvaguarda da liberdade de expressão, que é uma condição imprescindível para a democracia e para a paz duradoura”. Durante o anúncio do prêmio, foi explicado que estes dois jornalistas podem ser considerados "representantes de todos os jornalistas que lutam por estes ideais, num mundo em que a democracia e a liberdade de expressão enfrentam condições cada vez mais adversas". 

Maria Ressa é uma antiga jornalista da CNN que “usa a liberdade de expressão para trazer a público os abusos do poder, o recurso à violência e o crescente autoritarismo que existe no seu país natal”, as Filipinas. Em 2012, a jornalista co-fundou a Rappler, uma empresa vocacionada para o jornalismo de investigação da qual é presidente.

Através dos meios que tem ao dispor, Maria Ressa “tem demonstrado ser uma defensora destemida da liberdade de expressão” e o Rappler, em particular, tem sido um agente crucial no escrutínio ao “regime de Duterte”, um regime “controverso” e “assassino”, afirmou a representante do comité que atribui este prêmio anualmente, na data da morte de Alfred Nobel (10 de dezembro).

“FONTE DA INFORMAÇÃO”

Já Dmitry Muratov é um jornalista que “há décadas defende a liberdade de expressão na Rússia, em condições cada vez mais difíceis”, tendo sido um dos fundadores do jornal independente Novaja Gazeta.

Quase desde a fundação desse jornal, em 1993, Muratov é o diretor deste que a Academia Nobel considera “ser o jornal mais independente na Rússia, nos dias de hoje”. Com um jornalismo “baseado em fatos”, o Novaja Gazeta tornou-se “uma fonte importante de informação acerca de vários aspetos censuráveis que existem na sociedade russa”.

“Os adversários do Novaja Gazeta responderam com perseguição, ameaças, violência e assassínios”, lembra a Academia Nobel, assinalando que desde a inauguração do jornal “seis jornalistas foram mortos, incluindo Anna Politkovskaya”, que foi morta em 2006 depois de vários anos a escrever sobre a guerra na Chechénia.|

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Belo Horizonte - MG
Atualizado às 00h21 - Fonte: Climatempo
22°
Alguma nebulosidade

Mín. 16° Máx. 27°

22° Sensação
9 km/h Vento
78% Umidade do ar
67% (20mm) Chance de chuva
Amanhã (17/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 17° Máx. 25°

Sol com muitas nuvens e chuva
Segunda (18/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 17° Máx. 24°

Chuvoso
Ele1 - Criar site de notícias