Quarta, 23 de Junho de 2021
3123420968
Saúde MASSOTERAPIA

“A massagem não é mais um luxo, mas uma necessidade”

A massoterapia como um conjunto de manobras manuais para alívio de dores físicas, emocionais e pelo bem-estar em geral.

22/05/2021 15h58 Atualizada há 1 mês
Por: Renato Ilha Fonte: Massoterapeuta Lu Oliva
Lu Oliva é Profissional da massoterapia há 24 anos.
Lu Oliva é Profissional da massoterapia há 24 anos.

Lu Oliva é terapeuta ayurvédica reikiana, com formação em massoterapia geral, em Mat Pilates, também chamado de Pilates de Solo, e Watsu terapia, conhecida como hidroterapia, que pratica massagens e alongamento dentro da piscina aquecida. Lu também ministra vários cursos na área da massoterapia. Terapia indiana milenar, a Ayurveda utiliza técnicas de massagem, nutrição, aromaterapia, fitoterapia, dentre outras técnicas, como prevenção e também cura, baseada nos estudos do corpo, alma e mente.

A massagem Ayurvédica acontece no chão, à base de toques profundos, realizados através de mãos, cotovelos e pés, além de alongamentos e trações, propiciando realinhamento postural, alívio de tensões (crônicas ou não) no corpo físico, auxiliando o fortalecimento do sistema imunológico e podendo, ainda, causar efeitos antiestresse e antidepressivo.

A profissional define a massoterapia como um conjunto de manobras manuais para alívio de dores físicas, emocionais e pelo bem-estar em geral. Uma série de procedimentos de massagens com os mais variados fins, como alívio de dores e estresse, com o objetivo de proporcionar o bem-estar e elevar a qualidade de vida ao paciente.

MODALIDADES DIVERSAS

Na amplitude da massoterapia, encontramos diversas modalidades que convergem para o alcance do bem-estar do cliente, que procura o terapeuta corporal buscando a melhora do sono e do treinamento físico. “É fato que a massagem está inserida no contexto de vida das pessoas, não sendo mais um luxo, mas uma necessidade”, especialmente em tempos de pandemia”, assinala a massoterapeuta.

Relatos localizam a origem da massoterapia nos primórdios da Antiguidade, há mais de cinco mil anos, o que faz com que a massagem seja considerada a terapia mais antiga do mundo. No momento em que o ser humano apalpa uma parte do corpo na qual sente dor, ele está fazendo uma massagem. O desenvolvimento da massoterapia acontece a partir da Ásia, em países como Índia, Tailândia, China e Japão, mas a prática alcançou o Ocidente, fazendo surgir outros tipos, como a massagem sueca.

No universo da atividade, ainda encontramos a massagem para bebê, chamada de Shantala, que é uma massagem indiana divulgada na década de 70 pelo médico ginecologista e obstetra francês Dr. Frédérick Leboyer. Ao visitar a Índia, ele percebeu que era comum encontrar em ruas e praças públicas mães massageando os seus bebês, num hábito cotidiano de cuidado e carinho. Esse diferencial das mamães é até hoje estudado, com benefícios comprovados.

O Toque da Borboleta é uma técnica psicoterapêutica, desenvolvida por Eva Reich, pediatra e psicoterapeuta que trabalhou na perspectiva da educação preventiva com gestantes e bebês, com vistas ao alcance de uma sociedade mais saudável emocionalmente. A massagem é ensinada aos pais de bebês neonatos, uma vez que o toque é necessário para o desenvolvimento emocional e cognitivo da criança.

"Os delicados inícios da vida são de grande importância. São o fundamento do nosso bem-estar da alma e do corpo. Gostaria de pedir-lhes o apoio a esses esforços. Precisamos de paz na terra, paz que começa no ventre da mãe". - Eva Reich

CLIENTELA VARIADA

A decisão de prestar atendimento domiciliar (“Home Care”), desde 2020, proporcionou considerável crescimento na carteira de clientes e oportunizou a instalação do aconchegante consultório em área nobre da capital gaúcha. Lu Oliva observa que o espaço é frequentado por clientes que se sentem acolhidos e costumam permanecer mais tempo nesse ambiente, optando por sessões de noventa minutos a duas horas.

Durante cerca de 10 anos, Lu Oliva teve como público majoritário os frequentadores de academias, quando atendeu atletas de ponta, tornando-se especialista nesse tipo de musculatura. Na atualidade, a clientela da massoterapeuta é variada e composta por pessoas que sentem muita dor ou precisam relaxar, por estarem estressadas. Entre estes, estão gestantes, pacientes de pós-operatório de cirurgias estéticas e, inclusive, idosos acamados ou com limitação de mobilidade, além de pessoas que sentem dores crônicas por vícios posturais inadequados ou precisam relaxar, por estarem com alto nível de estresse.

A propósito, Lu Oliva destaca que em muitas vezes é procurada por pacientes para conversar e expor problemas. Como diz para os clientes, o que sentimos de dor no corpo começa na cabeça. A combinação entre o atendimento diferenciado que oferece e a fidelização de clientes tem resultado em indicações de pessoas, que recomendam a profissional.

ALÍVIO E INIBIÇÃO DA DOR

Embora o cuidado estético também faça parte de sua atividade, especialmente nos processos pós-operatórios, Lu esclarece que sua atuação se dá no campo do alívio e inibição da dor, através de alongamentos, trações corporais e manipulação cervical, voltados para portadores de dores musculares e fadiga crônicas, fibromialgia, insônia, ansiedade, lesões esportivas, dor causada por disfunção nas articulações temporomandibulares, dores de cabeça causadas por estresse e tensão cotidiana.

Há um cuidado especial com o público da chamada Terceira Idade, para quem Lu Oliva desenvolveu um projeto diferenciado: "Massagem Integrativa para Idosos", a ser implementado nas clínicas e residenciais geriátricos, com o intuito de melhorar a autoestima e agregar qualidade de vida a essa parcela específica, considerando a crescente longevidade da população brasileira. A média de vida do brasileiro, que era de 42 anos, hoje aproxima-se de 80 anos de idade.

Profissional da massoterapia há 24 anos, Lu Oliva especifica que, relativamente à formação na área das terapias corporais, existem diferentes níveis de capacitação, o que requer atenção quanto à qualificação de cada um, visto que, lamentavelmente, há pessoas despreparadas que se intitulam massoterapeutas. Ou, ainda, utilizam a denominação profissional equivocada, levando à uma visão deturpada sobre a massoterapia, de forma pejorativa.

Lu Oliva corrige as pessoas que a chamam de massagista, esclarecendo ser terapeuta corporal. Ela explica que o profissional massagista é aquele que por meio de cursos livres aprendeu a executar técnicas de massagem. Para isso, ele obteve conhecimento básico sobre a anatomia humana, bem como sobre as regiões do corpo em que aplicará seus movimentos.

Já o curso técnico profissionalizante de massoterapia possui em média dois anos de duração. Este é considerado o período necessário para que o aluno se especialize nas técnicas de Massagem clássica, Drenagem Linfática, Cromoterapia, Reflexologia Podal, Massagem Ayurvédica, Massagem Desportiva Terapêutica, Quick Massage, Aromaterapia, Shiatsu, Tui Ná (Tuina), Do-in e Auriculoterapia, além de também adquirir conhecimentos avançados em fisiologia, anatomia e biossegurança durante o curso.

BENEFÍCIO PARA TODOS

A massoterapia pode ser usufruída por qualquer pessoa, a partir de um mês de vida, salvo casos em que a pessoa seja portadora de problemas de saúde, como varizes severas, determinados tipos de cânceres, trombose e tromboflebite, dermatites ou feridas na pele, crises agudas de hérnias discais ou algias, bem como em casos febris.

Os brasileiros passam a ver a massagem mais como terapia e menos como capricho. Para atletas, tanto amadores como profissionais, atua no aprimoramento do rendimento do treinamento físico, ao contribuir com a recuperação muscular mais rápida. Cinco minutos de massagem localizada entre panturrilha e coxa, que são muito exigidas durante a corrida, equivale a uma hora de repouso muscular.

A massagem, além de auxiliar na liberação dos hormônios da felicidade ( ajuda a drenar, soltar e relaxar a musculatura, estimulando a circulação sanguínea na eliminação de resíduos metabólicos, como o ácido lácteo, mais rapidamente, possibilitando, assim, que mais nutrientes e substâncias que combatem a inflamação cheguem ao tecido afetado pelo exercício.

Antes da atividade física, a massagem atua como pré-aquecimento, dando ao corpo mais flexibilidade e amplitude de movimento e ajudando a evitar risco de lesão e contusão. Posteriormente à atividade, colabora na recuperação muscular e estimula o atleta a treinar mais tempo e mais vezes.

Lu Oliva – Massoterapia Clínica atende bebês, adultos e membros da Terceira Idade na Rua Silva Jardim, 254/Sala 206, Bairro Mont’Serrat, em Porto Alegre/RS. Informações sobre atendimentos e cursos pelo telefone (51) 992 98 46 63 (WhatsApp) | Instagram @lu_oliva_massoterapiaclinica | site https://lu-oliva-massoterapia-clinica.negocio.site/?m=true

Renato Ilha, jornalista (Fenaj 10.300) 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Belo Horizonte - MG
Atualizado às 07h41 - Fonte: Climatempo
16°
Alguma nebulosidade

Mín. 13° Máx. 26°

16° Sensação
4 km/h Vento
77% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (24/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 12° Máx. 25°

Sol com algumas nuvens
Sexta (25/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 13° Máx. 28°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias