13°C 27°C
Belo Horizonte, MG
Publicidade

Ernane Dias assume novo mandato no Sindicato dos Metalúrgicos de Sete Lagoas

Ernane Dias fez menção às mudanças provocadas pela chamada reforma trabalhista, de 2017, que afetou a sustentação financeira do sindicalismo

09/07/2024 às 16h22 Atualizada em 09/07/2024 às 19h41
Por: Renato Ilha Fonte: Metalúrgicos de Sete Lagoas
Compartilhe:
Ernane Dias assume novo mandato no Sindicato dos Metalúrgicos de Sete Lagoas

O presidente do SindLuta e da Força Minas, Vandeir Messias, prestigiou a posse do quinto mandato de Ernane Dias na presidência do Sindicato dos Metalúrgicos de Sete Lagoas, realizada na noite de 5/07, na sede da entidade sindical. Na ocasião, o também presidente da Federação dos Metalúrgicos de Minas (Femetalminas) e diretores empossados prestaram juramento de honra para o cumprimento do mandato dos próximos quatro anos, respeitando a Constituição e o estatuto da entidade.

Entre presenças ilustres, Valéria Morato, presidente do Sindicato dos Professores do Estado de Minas Gerais (Sinpro Minas) e da Central dos Trabalhadores e Trabalhadores do Brasil de Minas Gerais (CTB Minas), Euro Andrade Lanza, vice-prefeito do município, representando o prefeito Duílio de Castro Faria, junto a inúmeras lideranças sindicais e da comunidade local, como Luiz Carlos Miranda, que presidiu o Sindicato dos Metalúrgicos de Ipatinga (Sindipa) por seis mandatos, foi deputado estadual entre 2010 e 2012 e agora exerce na atualidade o cargo de presidente do Sindicato Nacional de Aposentados, Pensionistas e Idosos de Minas Gerais (Sindnapi-MG).

Na tribuna, Ernane Dias fez menção às mudanças provocadas pela chamada reforma trabalhista, de 2017, que afetou a sustentação financeira do sindicalismo ao alterar o caráter obrigatório do imposto sindical, que passou a ser facultativo. O sindicalista relatou momentos de dificuldade que as entidades sindicais passaram a enfrentar e que reduziram o ritmo e a própria organização sindical.

Primeiro orador da noite, Vandeir Messias ressaltou a importância da resistência das lideranças aos ataques contra a organização sindical, citando o exemplo de líderes como Ernane Dias. O presidente da Força Minas afirmou que o Sindicato dos Metalúrgicos de Sete Lagoas está em boas mãos, pois será dirigido por trabalhadores experientes e conhecedores da realidade da categoria.

LEI DA IGUALDADE SALARIAL

Ao saudar as mulheres presentes naquela diretoria sindical, a professora Valéria Morato destacou a sanção da Lei 14.611, que institui a igualdade salarial e estabelece novas bases legais para que trabalhadoras e trabalhadores tenham garantido o direito à igualdade de salário e de remuneração.

Entre os principais pontos da nova legislação, estão a obrigação de que as empresas sejam mais transparentes sobre o quanto pagam para a seus funcionários e a aplicação de multa para aquelas que descumprirem as regras.

A nova lei altera o artigo 461 da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), foi proposta pela Presidência da República e tramitou em regime de urgência no Congresso. A legislação detalha as medidas que devem ser tomadas para que a igualdade seja buscada.

Renato Ilha, jornalista (Fenaj 10.300)

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Belo Horizonte, MG
17°
Tempo limpo

Mín. 13° Máx. 27°

17° Sensação
3.09km/h Vento
69% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h28 Nascer do sol
05h35 Pôr do sol
Qua 26° 13°
Qui 27° 12°
Sex 28° 14°
Sáb 28° 15°
Dom 29° 15°
Atualizado às 00h02
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,57 -0,05%
Euro
R$ 6,07 -0,03%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,32%
Bitcoin
R$ 398,654,23 -0,36%
Ibovespa
127,859,63 pts 0.19%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Lenium - Criar site de notícias