Segunda, 17 de Maio de 2021
3123420968
Dia a Dia do Trabalho 1º DE MAIO

Um 1º de maio marcado pela queda de renda e aumento de desalentados

O número de empregados com carteira assinada no setor privado, atualmente em 29,7 milhões de pessoas, também caiu.

01/05/2021 07h45 Atualizada há 2 semanas
Por: Renato Ilha Fonte: IBGE
A origem do dia 1º de maio remonta o ano de 1886 e as manifestações de trabalhadores pela redução da jornada de trabalho.
A origem do dia 1º de maio remonta o ano de 1886 e as manifestações de trabalhadores pela redução da jornada de trabalho.

Os números do mercado de trabalho são desanimadores no Dia Internacional dos Trabalhadores, lembrado mundialmente no dia 1º de maio. O desemprego atingiu novo recorde da série histórica, iniciada em 2012, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Conforme a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, 14,4 milhões de brasileiros estão sem trabalho, dos quais 400 mil engrossaram as estatísticas apenas no trimestre dezembro de 2020 a fevereiro de 2021. Também o rendimento médio do trabalhador (atualmente em R$ 2.520) caiu 2,5% no trimestre.

A origem do dia 1º de maio remonta o ano de 1886 e as manifestações de trabalhadores pela redução da jornada de trabalho de 17 para 8 horas diárias, na cidade de Chicago, nos Estados Unidos. No Brasil, o 1º de maio passou a ser comemorado como feriado nacional em 1925, sendo definido como Dia do Trabalhador no governo de Getúlio Vargas.

Hoje, num cenário de regressão da atividade econômica mundial, quem ainda está empregado convive com a possibilidade da perda da vaga e quem está fora do mercado de trabalho não enxerga perspectiva de encontrar emprego. O comparativo entre o trimestre entre dezembro e de 2019 a fevereiro de 2020 e o mesmo período em 2021 aponta o avanço de 16,9% da desocupação, com mais 2,1 milhões de pessoas desempregadas, acima das 12,3 milhões de pessoas sem emprego.

DESALENTO

A população desalentada chegou a 6 milhões de pessoas, em outro recorde da série histórica, após crescimento na ordem de 26,8%, em comparação ao mesmo período de 2020. Desalentados são aquelas pessoas que pararam de procurar trabalho.

O número de empregados com carteira assinada no setor privado, atualmente em 29,7 milhões de pessoas, também caiu, depois que cerca de 3,9 milhões de pessoas perderam os empregos formais. Comparado com o ano anterior, há uma queda de 11,7% desse contingente de trabalhadores.

INFORMALIDADE

A pesquisa do IBGE ainda registra o aumento do trabalho informal, a partir de da instabilidade na taxa de ocupação. Atividades econômicas como o comércio, a indústria e alojamentos e alimentação já indicam um processo de dispensa dos trabalhadores. O trimestre volta a repetir a preponderância do trabalho informal, quando o trabalhador passa a atuar por conta própria. O registro de 85,9 milhões de ocupados no trimestre encerrado em fevereiro de 2020 decorre do crescimento do trabalho informal, sem carteira assinada.

No comparativo entre o trimestre entre dezembro de 2020 a fevereiro de 2021 com o mesmo período do ano anterior, sete dos 10 grupamentos de atividades aumentaram as demissões: indústria geral (10,8%, ou menos 1,3 milhão de pessoas), construção (9,2%, ou menos 612 mil), comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas (11,1%, ou menos 2 milhões), transporte, armazenagem e correio (12,2%, ou menos 607 mil trabalhadores), alojamento e alimentação (27,4%, ou menos 1,5 milhão), outros serviços (18,1%, ou menos 917 mil) e serviços domésticos (20,6%, ou menos 1,3 milhão).

Renato Ilha, jornalista (Fenaj 10.300)

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Belo Horizonte - MG
Atualizado às 10h50 - Fonte: Climatempo
22°
Alguma nebulosidade

Mín. 14° Máx. 26°

22° Sensação
6 km/h Vento
65% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (18/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 15° Máx. 28°

Sol com algumas nuvens
Quarta (19/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 15° Máx. 29°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias