Terça, 13 de Abril de 2021
3123420968
Dólar comercial R$ 5,69 -0.49%
Euro R$ 6,8 -0.22%
Peso Argentino R$ 0,06 -0.5%
Bitcoin R$ 380.632,93 +5.462%
Bovespa 119.360,99 pontos +0.46%
Economia DESEMPREGO

Pandemia já fechou 1,4 milhão de vagas de trabalho doméstico

Em condição frágil de segurança, a doméstica pode ser a ponte para levar o vírus para a própria casa e a comunidade.

06/04/2021 17h16 Atualizada há 6 dias
Por: Renato Ilha Fonte: IBGE
Entre as trabalhadoras domésticas, as diaristas foram ainda mais sacrificadas.
Entre as trabalhadoras domésticas, as diaristas foram ainda mais sacrificadas.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mediu a retração da atividade das empregadas domésticas no Brasil. Atuando  profissionalmente, eram 6,3 milhões de trabalhadoras no último trimestre de 2019. No mesmo período de 2020, o número despencou para 4,9 milhões, em mais um efeito devastador da pandemia de covid-19, que já matou 2,8 milhões de pessoas no mundo e derrubou a economia global. As empregadas domésticas e diaristas que continuam trabalhando estão intensamente expostas à circulação do vírus, no deslocamento ou no ambiente de trabalho.

Como o trabalho doméstico é uma atividade voltada para o cuidado com a casa e com as pessoas, envolve relações interpessoais em uma casa que não é a da empregada. Em condição frágil de segurança, a doméstica pode ser a ponte para levar o vírus para dentro da própria casa e para a periferia.”

O vírus ingressou no Brasil por meio de pessoas portadoras de renda e bom padrão de vida. As vítimas decorrentes do contágio são pessoas que se contaminaram nesse contexto de extrema vulnerabilidade, fato que credencia as domésticas a figurar entre os grupos prioritários na campanha de vacinação.

MENOS TRABALHO E RENDA

A pandemia castigou o emprego de milhares de domésticas. Em muitos casos porque os patrões também foram afetados pelo desemprego e pela queda de renda, o que forçou o desligamento.

A partir de abril do ano passado, conta Nathalie, 65% dos patrões optaram pelo programa do governo federal que permite a suspensão dos contratos de trabalho, encerrado em dezembro e que deve ser reativado nos próximos dias. Outros 35% utilizaram a modalidade de redução de jornada e de salário, um tipo de ajuste necessário para adequar o trabalho doméstico à nova realidade.

Entre as trabalhadoras domésticas, as diaristas foram ainda mais sacrificadas, devido ao vínculo precário e mais simples de ser desfeito”. Invisível para o governo, a diarista não possui direito ao seguro-desemprego.

Estimativa do IBGE aponta que dois terços das domésticas informais em atividade no país, cerca de 2,5 milhões pessoas, pleitearam e receberam o auxílio-emergencial no ano passado. O número provavelmente é maior porque os dados não computam as trabalhadoras demitidas.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Belo Horizonte - MG
Atualizado às 14h06 - Fonte: Climatempo
29°
Alguma nebulosidade

Mín. 14° Máx. 30°

28° Sensação
13 km/h Vento
31% Umidade do ar
90% (8mm) Chance de chuva
Amanhã (14/04)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 17° Máx. 27°

Sol e Chuva
Quinta (15/04)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 16° Máx. 28°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias